Orient Express La Dolce Vita. Foto por Orient Express Divulgação.

Orient Express La Dolce Vita: conheça o trem de luxo que será lançado em 2023

Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

O Orient Express La Dolce Vita é um trem de luxo que tem previsão de lançamento para 2023, com seis trens passando por 14 regiões e 131 cidades pela Itália. As rotas contarão com 16 mil quilômetros de ferrovia, cobrindo a Itália de norte a sul, além de destinos como Roma, Paris, Istambul e Split.

Viajar no Orient Express La Dolce Vita promete ser uma experiência única, com o selo de qualidade que apenas marcas tradicionais do mercado de luxo podem oferecer – assim como a Coelho da Fonseca.

Apesar de carregar o nome Expresso do Oriente, o trem de luxo não seguirá a temática conhecida pelos livros de Agatha Christie. O intuito é de que o trem seja uma homenagem ao período “La Dolce Vita” da década de 1960 na Itália, período que ficou marcado pelo filme homônimo de Federico Fellini. 

A rota só será possível graças a uma associação entre a Arsenale e Accor, que pretendem oferecer uma experiência luxuosa e com diversos itinerários através da Itália e algumas capitais do continente europeu.

 

Trem de luxo Orient Express na Itália

A construção e decoração do trem de luxo Orient Express Itália terão não somente como inspiração o filme de Fellini, como serão a epítome do selo “Made in Italy”, trazendo aos passageiros toda a qualidade e tradição que o país tem a oferecer.

Para conseguir os 16 mil quilômetros de ferrovia foi feita uma parceria com a Trenitalia – Gruppo Ferrovie dello Stato and Fondazione FS Italiane. Atualmente cerca de 7 mil quilômetros do total não são eletrificados, um lembrete histórico de como eram os meios de locomoção na antiga Itália. 

A proposta é que o trem de luxo proporcione uma opção exclusiva de “turismo lento”, protegendo o meio ambiente enquanto possibilita aos passageiros uma aventura através dos locais mais remotos da Itália, com paisagens exuberantes e arquitetura histórica, tudo isso com um serviço cinco estrelas.

Para proporcionar esta experiência fantástica, o Orient Express La Dolce Vita contará com seis trens, cada um com 12 cabines de luxo, 18 suítes e uma suíte especial, além de um vagão-restaurante que oferecerá uma experiência gastronômica cinco estrelas, incluindo vinhos italianos premiados e pratos exclusivos.

 

Como é viajar no Expresso do Oriente

O interior do trem de luxo do Expresso do Oriente foi inspirado no clássico filme de Fellini, La Dolce Vita, que retrata justamente os anos 1960 na Itália, período de grande fervor eclético e artístico no país.

O objetivo do Orient Express La Dolce Vita é proporcionar aos passageiros uma volta ao passado, à época em que a Itália fervilhava de inspirações artísticas, homenageando o glamour de cidades como Roma e personalidades como Sophia Loren, Marcello Mastroianni, Anita Ekberg and Gina Lollobrigida.

O design do trem de luxo La Dolce Vita foi criado pelo Dimorestudio, mundialmente famoso por seus projetos de arquitetura e design, fundado em 2003 por Emiliano Salci and Britt Moran.

O projeto da Dimorestudio teve inspiração dos mestres do design italiano, como Carlo Scarpa, Gio Ponti e Ignazio Gardella, além dos grandes artistas do movimento Espacialismo – uma forma de arte que coloca o espaço e o tempo no centro de suas composições -, como Lucio Fontana, Agostino Bonalumi e Enrico Castellani

O projeto do trem de luxo combina a era de ouro do design italiano com um espírito de viagem mais contemporâneo, sem perder a autenticidade e realçando o melhor da Itália dos anos 1960.

 

Hotel do Expresso Oriente

Além da experiência no trem de luxo Orient Express La Dolce Vita, os passageiros poderão contar também com uma oportunidade única: hospedar-se no primeiro hotel do Expresso Oriente. O hotel terá o nome de Minerva e estará disponível para hóspedes a partir de 2024.

Seguindo parte da rota histórica do famoso Rome-Express – trem lançado por Georges Nagelmackers em 1883 e ligando a Inglaterra à Itália pela Riviera – o trem Roma-Paris começa com um encontro na Cidade das Luzes. 

Na volta, o trem segue para Roma e o futuro Orient Express Hotel, Minerva, que será instalado em um palácio barroco do século 17, com toda a beleza e luxo que somente o selo Expresso Oriente pode proporcionar.

Roma também será privilegiada com a inauguração de um terminal privado exclusivo Orient Express, na estação Roma Termini. O terminal receberá viajantes de todos os cantos da Itália e alguns destinos europeus, até as portas do belíssimo Orient Express La Dolce Vita.

Você também pode gostar de ler