4-athie-wonrath

Se o home office veio para ficar, qual é o futuro de nossos escritórios?

Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

O Athié Wohnrath, maior escritório de arquitetura brasileiro voltado para projetos corporativos, conduziu uma pesquisa com mais de 400 clientes sobre o destino dos nossos locais de trabalho. O resultado impressiona: a permanência do home office é garantida por 92% dos entrevistados, que adotarão o trabalho remoto por dois dias e meio da semana (em média).

Mas isso significa o fim dos escritórios? Na opinião do sócio-fundador Sérgio Athié, seria o contrário: o escritório terá um papel ainda mais importante, pois nele serão concentradas as atividades mais decisivas, funcionando como ponto de encontro dos times, com trocas e socialização únicas. E mais: o espaço deverá transmitir a alma, a cultura e os propósitos da empresa, aproveitando qualquer oportunidade para conectar-se cada vez mais com seus colaboradores.

Mas, para as atuais dinâmicas e usos, as configurações convencionais deverão ser repensadas. É a vez de salas de reunião com interação digital, de flexibilidade e adaptabilidade de ambientes, de áreas de desconexão e bem-estar e do design acolhedor e biofílico.

 

Você também pode gostar de ler