Casa-Macaco-Capa

Casa macaco: uma oportunidade de se conectar com a natureza

Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

A Casa Macaco está localizada em uma área de Mata Atlântica, sem afetar o meio ambiente. A cabana tem além de um design único, uma estrutura que oferece conforto e muita tranquilidade.

O projeto teve como principal objetivo gerar uma maior conexão entre as pessoas e a natureza. Então, para saber mais sobre a sua criação e estrutura, continue lendo a seguir.

 

Quem desenvolveu a Casa Macaco

Essa linda propriedade pertence a Marko Brajovic. Ele além de líder dessa ideia, foi também o arquiteto junto com outros grandes nomes como: 

 

  • Bruno Bezerra;
  • Vitoria Mendes;
  • E, May Shinzato.

 

Brajovic, fundador desse atelier, tem origem croata, mas é naturalizado brasileiro. Ele já criou diversos projetos internacionais para marcas bem famosas. 

Uma de suas principais características é trazer elementos da natureza para suas obras, levando uma parte do meio ambiente para suas plantas. Para isso, ele usa a biomimética como parte de suas criações. 

 

O curioso nome Casa Macaco

A ideia era construir um lugar que se conectasse com as árvores. A princípio, o nome macaco ainda não fazia parte do plano, afinal, eles haviam sumido do pé da Serra de Paraty.

Em seu espaço virtual, Marko conta o que aconteceu enquanto estavam decidindo os detalhes do projeto. Em meio a área da Mata Atlântica, uma tribo de macacos pregos surgiu e foi daí que veio esse nome.

 

 

A intenção da Casa Macaco

O objetivo do projeto vai muito além de uma simples arquitetura diferente. O intuito principal é proporcionar um contato maior com a natureza. Sem dúvida, isso só é possível graças à tranquilidade que o lugar oferece. 

Devido a essa proximidade com o meio ambiente e as cristas das árvores que sua estrutura é vertical. Por isso, não é apenas um bom local para se hospedar, é uma chance de ficar mais próximo da fauna e da flora. Afinal, é uma área rica em biodiversidade.

Pode ser um momento para também se conectar consigo mesmo. Bem como, se livrar por um tempo dos problemas. Portanto, a proposta é fazer com que as pessoas observem a beleza interna e externa. 

 

Estrutura 

A Casa Macaco foi feita entre árvores, a região é de mata secundária e ocupa um espaço de 5m x 6m. Planejada de modo que não afetasse a vegetação do local. 

Eles usaram pilares de madeira com o mesmo perfil, a fim de que a estrutura tivesse a forma de uma pirâmide. Para isso, Marko observou a área e analisou como as plantas se adaptaram ali.

Nesse estudo foi identificada uma boa estratégia, utilizada por uma espécie de palmeira da Mata Atlântica. E assim, eles criaram formas de adequar as características dessa árvore (raízes fortes, tronco estreito e alto).

Para o projeto, Brajovic optou pela árvore Juçara. Logo, isso deu uma maior estabilidade para a obra. De novo, a biomimética foi usada como referência, transformando então a natureza em arquitetura. 

 

A importância da natureza para os seres humanos

O arquiteto em suas obras propõe um olhar mais ecológico que envolve aspectos sociais e de comportamento. Além disso, seu objetivo é unir meio ambiente e arquitetura. Para ele, a conexão com a natureza é essencial para que as pessoas vivam melhor. Dessa forma, Marko cria obras como a Casa Macaco, com o intuito de fazer com que elas se sintam integradas e parte de um único mecanismo.

 

 

Localização 

Ela fica na Aldeia Rizoma, em Paraty, no Rio de Janeiro. Localizada em uma área ecológica perto do Parque Nacional Bocaina, onde está o maior ecossistema de biodiversidade do planeta. 

A cabana também fica próxima à cidade, a cerca de 15 minutos do centro. Portanto, é um local bem reservado, ideal para quem deseja passar um tempo em um local mais isolado, porém se quiser conhecer a cidade, ela fica pertinho.

 

Parque Nacional Serra da Bocaina

Ele está localizado entre o Rio de Janeiro e São Paulo, inclusive possui uma área bem grande. Além disso, conta com uma enorme variedade de fauna e flora, até mesmo onças podem ser vistas nesta região. 

A localização do parque é conhecida pelo turismo, isso porque possui:

 

  • Centros históricos;
  • Praias;
  • Cachoeiras; 
  • Bem como, montanhas. 

 

Vale destacar também as aldeias, o que te garante conhecer novas culturas. Esta Casa em especial, por exemplo, fica na Aldeia Rizoma.

 

O que esperar da Casa Macaco

Ela tem o formato de cabana, só que em tamanho maior. Está imersa na floresta, em uma área de preservação ambiental e por isso, pode se esperar bastante contato com a natureza.

Vale ressaltar que é uma ótima opção para quem quer explorar o espaço local. Uma vez que, a região é muito conhecida pela sua cultura e biodiversidade. A área onde a cabana está tem diversos atrativos como:

 

  • Trilhas;
  • Cachoeiras; 
  • Além de piscinas naturais.

 

Com isso, é possível curtir não só a casa, mas tudo ao redor também. Os hóspedes podem desfrutar de toda a instalação da Aldeia Rizoma, como sauna e alimentação agroflorestal. Para isso, é preciso pagar apenas uma taxa.

 

Casa Macaco Interior

 

A Casa Macaco por dentro 

Há um quarto de casal, uma sala de estar que se transforma em outro quarto e uma cozinha. Além disso, tem terraços na lateral e uma área livre no topo da cabana, que pode ser usado para práticas como a meditação. 

O interior da casa é mais rústico, com acabamentos à mão e o uso de materiais como bambu e redes de pesca.

A junção de elementos indígenas e artesanato torna este lugar único. No entanto, a missão principal de Marko Brajovic era construir algo sustentável, que não afetasse o ambiente de um modo ruim. 

 

Venha conhecer a incrível Casa Macaco

A cabana foi feita entre árvores, sua área é de mata secundária. Seu projeto foi criado para que não impactasse o local .

Teve a árvore Juçara como inspiração , a fim de unir natureza e arquitetura. Bem como, permitir uma maior conexão entre as pessoas e o meio ambiente. 

A casa possui um design e estrutura únicos. Seu interior é simples e conta com acabamentos feitos à mão. Dessa forma, é uma bela chance de conhecer a região, as atrações e o comércio.

Não deixe de conhecer a Casa Macaco, desenvolvida pelo Marko Brajovic e se dê a oportunidade de se conectar com si mesmo e com a natureza.

Você também pode gostar de ler