The Tower Frank Gehry

Conheça o projeto The Tower, criado por Frank Gehry

Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

Localizada na cidade de Arles, no sul da França, The Tower é uma obra de Frank Gehry que dispõe de um excepcional senso artístico em um projeto arquitetônico notável. 

Revestido por 11 mil painéis metálicos dispostos irregularmente, o prédio está localizado em um campus criativo de 27 acres no Parc des Ateliers. 

Além de ser uma obra de arte por si só, o edifício ainda abriga galerias de exposições, espaços para projetos e instalações de pesquisa e arquivo do Luma um dos maiores projetos privados de arte da Europa.

The Tower de Frank Gehry abriga o arquivo do Luma Arles

A criadora do Luma é Maja Hoffmann, uma bilionária suíça e colecionadora de artes que investiu na criação do complexo artístico buscando criar um local único para artistas e cientistas, todos em busca de um futuro melhor e criativo.

As exposições exibidas na The Tower são, principalmente, de arte contemporânea, alguns itens são da coleção particular de Hoffmann e de sua falecida avó, de quem herdou a paixão pela arte.

São mais de 45 artistas de renome mundial exibindo suas obras nos 12 níveis da The Tower, entre eles Etel Adnan, Olafur Eliasson, Koo Jeong A, Carsten Höller e Kerstin Brätsch. Muitos desses artistas criaram obras inéditas para serem expostas no local.

Com 56 m de altura, A Torre fica apoiada em um átrio de vidro circular que além de várias obras, também contém dois escorregadores espiralados com um impressionante tamanho de 32 m de altura. 

O átrio em vidro também espelha perfeitamente o anfiteatro romano da cidade, um dos edifícios mais antigos do local, e que antigamente era monumental em relação às construções ao redor.

Arles é uma cidade com mais de 2 mil anos de história, com edifícios medievais dividindo ruas com construções, como o anfiteatro romano do local. 

A cidade é um dos pontos turísticos da França por suas várias camadas de história que são contadas através da mistura única de arquitetura do local, um dos maiores orgulhos dos moradores da região.

Frank Gehry: pós moderno e desconstrutivista

O artista é conhecido por suas criações extravagantes, sendo perfeito para criar uma obra tão excepcional em um local em ascensão como o Luma, um ambiente novo com foco em inspirar artistas globais, curadores e entusiastas da arte.

A construção tem como inspiração o local e a paisagem ao redor, por isso, mistura obras de arte presentes no parque, como a noite estrelada de Van Gogh, a arquitetura romana dos seus entornos e a paisagem rochosa que se vê por perto.

As linhas irregulares contrastam com as formas geométricas utilizadas no projeto, criando uma forma orgânica singular e evocando a imagem de um monolito futurista ainda em formação.

Atualmente, a cidade de Arles conta com cerca de 52 mil habitantes, sendo um importante centro agropecuário do sul da França, onde são comercializados vinhos e frutas. 

Além do comércio, Arles também é importante por ter sido morada do grande pintor Van Gogh, tornando-se assim um valioso pólo cultural da região. 

Devido ao seu histórico, o local conta com uma infraestrutura muito boa para atender turistas, e os moradores têm orgulho de oferecer um atendimento impecável aos visitantes da região.

Você também pode gostar de ler